Meditação

PORQUÊ A MEDITAÇÃO?

Talvez pela beleza da prática, sem qualquer artifício ou acessório, pura e dura. A ferramenta é a voz, aliada a uma mente & coração, dispostos a dar, dar profundamente aos outros. Transmitir emoções de bem-estar, de descoberta, de liberdade, de autoestima, de espelho, de empatia, mas mais do que tudo, porque ao tocar os outros, somos tocados também. A sociedade esconde uma vontade muito grande de participar na diferença. Estamos todos muito cansados de carregar a máscara e necessitamos de algo para voltar a conversar sobre nós mesmos. A mudança de registo não é fácil bem sei, sobretudo porque somos híper-estimulados pelo exterior e a uma velocidade estonteante, mas momentos de pausa são essenciais, nem que seja durante alguns minutos por dia (segundo Jon Kabat- Zinn) e a recompensa vale mesmo a pena.

Com a prática regular de meditação, começa de facto a operar-se uma mudança (sem falar aqui de inúmeros estudos científicos que a comprovam, como por ex.: http://www.mindful.org/how-the-brain-changes-when-you-meditate/) – uma maior tolerância e compreensão, tornamo-nos empáticos e surge uma melhoria geral na relação connosco e com os outros - tornamo-nos seres humanos melhores – isto reflete-se no nosso dia-a-dia e também no nosso local de trabalho – se formos colaboradores mais serenos, mais felizes, seremos sem qualquer sombra de dúvida, colaboradores mais eficientes, mais produtivos.

Por último e não menos importante, a Meditação é transversal e abrangente, pois é eficaz em qualquer contexto. Posso afirmá-lo de "cadeira" por todas as provas passadas, em locais tão díspares quanto um Estabelecimento prisional (EP Carregueira, Tires, Linhó e Sintra) ou um Infantário, grupos de Cuidadoras de pacientes com Alzheimer avançado (Alzheimer Portugal) ou mesmo vítimas de trauma crânioencefálico (NovaMente). É por aqui que vou dedicando apaixonadamente o meu tempo a despertar consciências, contribuindo para uma mudança de comportamentos e colaborando ativamente na melhoria da qualidade de vida de todos aqueles que aceitem o desafio.


Mafalda Mendes de Almeida
Mindfulness Facilitator & Bloomer